Vice de novo!!!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Ôôôôô… Ôôô… VICE DE NOVO!!!!!

Ó… Nós aqui na favela não temos nada com isso. E a má notícia é que a sofrida torcida cruzmaltina nem tem como reclamar. Quem inventou esse treco aí de “campeonato à parte” não está mais entre nós. Mas… Mas… Se o conceito estapafúrdio e pequeno segue vivo na Barreira do Vasco… É VICE DE NOVO!!!

Mais uma vez o Novo Normal do Flamengo se fez presente. Um primeiro tempo pavoroso. Gerson perdido de ponta direita (bem que eu avisei no Prezão), praticamente só um arremate pro gol a ser levado em conta, um excesso de Futebol Posicional Brincando de Estátua, bola sem chegar no Pedro, que ficou servindo de enfeite… E até um gol de presente pros pobres do Vice da Gama nós demos.

Primeiro tempo pra se esquecer? Nããããããããooo!!! Pra se lembrar muito bem e ficarmos em alerta. Torno a dizer: contra os Athleticos, Xipós e Vices da vida pode até ser suficiente, mas se isso vira um hábito enraizado, pode dar muito ruim contra equipes mais fortes e em competições de maior glamour. Estamos de olho.

No intervalo fiz o que não é meu hábito e fui dar uns rolezin pelas redes sociais da vida. Dor, rancor, revolta. Mais uma vez a gente criou expectativa de golear um dos nossos “rivais” do Rio… Acabamos indo para o vestiário em desvantagem no placar. Em um grupo de whatsapp ainda mandei o alerta de que não havia motivo para desespero, já que jogar só no segundo tempo no Futebol do Apocalipe já está quase no estatuto do clube.

Dito e feito. Com meio segundo após o recomeço o Diego cruzou, Léo Pereira raspou de cabeça… E estopa.

Nosso Flamengo do Futebol Segundo Tempal continuou pressionando, pressionando, pressionando… E aos 25 o Rei dos Clássicos tava lá pra conferir. O bom goleiro Fernando Miguel deu uma colaborada. BH não retribuiu a gentileza e deu um toquinho humilhante que em nada colabora para a situação moral-desportiva da crise que assola o Planeta Vice após o fim do Ramonismo.

Depois do segundo gol o Flamengo meteu um cadinho o galho dentro e resolveu cadenciar um pouco a bagaça. Tá… A gente bem queria aquele apetite por atropelamento reinante em 2019, mas não tá rolando. Ganhamos. Três pontos na conta e tá é bom.

https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/de-virada–mengao-vence-o-vasco-por-2-a-1-em-sao-januario

Quase que a vitória nos escapa. Gol deles anulado pelos parcos milímetros do Futebol de Playstation aplicado ao mundo real. Que se dane. É a regra e em impedimentos não tem como brigar com a tecnologia. Ainda que eu ache que deveriam era… Flexibilizar um pouco a regra do impedimento, para usar um termo da moda.

Na próxima terça segue a maratona. Cruz de isopor outra vez, já que o jogo é contra o Lanterna Verde Goiás, que jogou com o Atlético-MG após a redação desse Poszão que você tá lendo e deve ter perdido o jogo. Aliás… Depois tem Bragantino, Corinthians, Junior Barranquilla… Só tralha, né? Esse troço de Outro Patamar faz a gente ter dois tipos de confronto: os fáceis e os de igual pra igual, esses cada vez mais esporádicos.

Bora seguir firmes na Rota do Octa.

Isso aqui é Muito Flamengo.

http://historia.rrn.net.br/momento-decisivo-para-o-flamengo-diante-do-palmeiras-no-brasileirao-feminino/

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação