Tropeço na maratona.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

É… Ficou um pouco mais pra frente assumir a liderança dessa bagaça. A maratona é intensa, cansativa, e mesmo tendo como adversário o time do energético que anda mais pra calmante, rolou um perdoável tropeço na jornada que nos levará ao Octa, a princípio em fevereiro de 2021.

No primeiro tempo rolou o que alguns podem chamar de desgaste físico. Compro 100% essa ideia não. As primeiras etapas têm sido essa sonolência aí mesmo já faz um bom número de partidas.

A mesclada inicial nem foi das mais polêmicas. Ok… Entrou com o Lincoln, mas pensando em quem jogou apenas dois dias antes e precisava ser poupado (BH) e as opções disponíveis, Domènec foi na vibe do “é o que temos pra hoje”.

Na primeira etapa as 7 finalizações nossas e 4 deles, com o Hugo tendo que suar mais que o goleiro adversário para manter o zero a zero no placar, não trouxeram exatamente muita emoção nem de um lado nem do outro.

Veio o segundo tempo e “nóis tudo” com o dedo nervoso já preparando as postagens de “Segue o Líder”. A expectativa era do Flamengo voando no retorno. Aí… Aí… Voltou o Vitinho no lugar do Pedro e isso já deixou a gente com uma pulga atrás da orelha. Tudo bem que, segundo informações, pela questão física, já era uma alteração programada desde antes de a bola rolar.

DOZE SEGUNDOS, foi o tempo que um dos potenciais rebaixados para a série B em 2021 precisou para balançar as redes e botar mais uma outra pulga atrás das nossas orelhas. Virar o jogo com a dupla Lincoln/Vitinho passou a ser a missão. Complicado.

Nosso Flamengo foi tentando assim-assim, até o GOOOOOOOOOOOLLLLLLL DOOOOO LINCOLN aos 24. Melhor dar um destaque caudiquê a gente nunca sabe quando vai acontecer outra vez. Que aliás quase aconteceu ainda nesse jogo. Tá voando o moleque (contém ironia).

Rolou ainda BH em campo e Gerson ao apagar das luzes. Mais uma vez o Flamengo foi tentando meio no bumba-meu-boi e sem muita inspiração. Afinal, nem o Everton Ribeiro estava em noite inspirada nesse nosso tropeço. O povo sempre desaprende um pouco quando passa uns dias de minutagem com o Tite, e acaba voltando sem muita jogabilidade.

https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/flamengo-empata-em-1-a-1-com-rb-bragantino-no-maracana

Dá pra dizer que o empate é sim um tropeço, dada a qualidade do adversário, e também dá pra falar que infelizmente foi justo. Não muda muita coisa nem pra nós nem pra eles.

Na tabela agora estamos empatados em pontos com os outros dois que estão na briga com mais força no momento. Final de semana vamos enfrentar o Corinthians em São Paulo, com o que o ano de 2020 acabou transformando em um luxo: dois dias inteiros sem jogar bola. Tenso.

Ainda não olhei, mas é de se imaginar que os Profetas do Apocalipse estejam em polvorosa. Como uma pequena demonstração, acabo de ouvir um comentário de alguém questionando sobre quais seriam “os motivos para o FRACASSO do Domènec”. Perdão pelo palavreado, mas DÁ PRA LEVAR A SÉRIO UMA PORRA DE UMA ESTUPIDEZ DESSE TAMANHO??? Fracasso?????

Enfim… Bora pro Itaquerão arrancar esses três pontos que a luta continua e a campanha do Corinthians é bem mequetrefe.

Não deu pra abrir a porteira e soltar a avalanche de #SegueOLíder dessa vez? Beleza. Sem pressa. O momento há de chegar e em breve. Tropeço com time pequeno por tropeço com time pequeno em casa… O Atlético-MG também teve o dele ontem contra o fluminenCe.

Bora seguir na luta.

Isso aqui é Muito Flamengo.

http://historia.rrn.net.br/flamengo-vence-mas-esta-eliminado-do-campeonato-brasileiro-de-futebol-feminino/

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação