Problema o grande problema do Flamengo

Problema
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

“Uma vez o problema, sempre o problema”

Uma vez o problema, sempre o problema ! Vale a pena insistir em jogadores do estilo Renê, Pará e Rodinei?

Há quem acredite que com um bom trabalho de um treinador renomado e com gabarito; eles ainda possam entregar algo ao time. No entanto o que vemos é totalmente diferente.

Mas até onde vai a tolerância de sua torcida?

Os torcedores do Flamengo vivem uma esperança que já dura mais ou menos 3 anos; No entanto a mudança nas laterais para quem já teve num passado não muito distante; laterais do estilo Léo Moura e Juan.  Se acostumar com o que se tem hoje vira desafio para a maior torcida do mundo.

Certamente que eles não são os únicos culpados pelas humilhantes e vexatórias derrotas e eliminações que o Rubro negro vem amargando nos últimos anos. No entanto vale lembrar que o diferencial essa hora faz falta.

Os jogadores citados acima, Léo Moura e Juan, pegaram times muito piores mas tinham seus diferenciais que era a técnica e nessas horas a técnica muda o jogo e muda quem está do seu lado.

Renê, melhor lateral esquerdo do Brasileirão

Não se esquecendo que o Lateral esquerdo do Rubro Negro na campanha 2018 foi considerado o melhor lateral no campeonato, mas até onde vai a coerência dessa votação?

Será que mediante ao desgaste da torcida não se consegue enxergar o lado bom do jogador ou vivemos no “País do futebol” onde não surgem mais craques como antigamente; onde não se tem mais campeonatos como antigamente?

Ele foi melhor por mérito pessoal ou porque  o campeonato tem um nível muito fraco?

Será mesmo que o mercado está tão escasso assim que não se tem alguém que o Flamengo possa fazer uma oferta tentadora; ou só estão tendo visão do meio para frente. contratando jogadores badalados e encarando o assunto em questão com o famoso “levando com a barriga”?

Insistir ainda é a solução para ambos os lados; Mas correndo o risco de tudo se perder por uma falha individual. Será que haverá um dia que algum treinador conseguirá extrair frutos de onde se há o desgaste?

Time que usa frases como por exemplo “craque Flamengo faz em casa” tem mesmo a necessidade de submeter-se a uma situação dessa?

O “Time milionário”

Que vai ao mercado e causa frisson nos adversários; tem necessidade de renovar e estender contrato com jogadores limitados e virar as costas para essa carente posição?

Uma coisa é certo, ambos não tem futebol e nem clima para atuar mais com a camisa do Flamengo; Mas a torcida terá que atura-los por algum tempo.

O desgaste é eminente, e onde se há desgaste qualquer atuação por melhor que seja é apagada.

Não estranhe se foram mutos questionamentos, é que há anos a torcida faz as mesmas perguntas e não obtém nenhuma resposta.

TEXTO Caio Pralon

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação