Paulo Pelaipe ignora Bap e se pronuncia

paulo pelaipe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Após sua demissão como gerente de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe se manisfestou por meio de sua assessoria de imprensa. Pelaipe foi demitido por meio de um e-mail um dia antes da reapresentação do time Sub-20, que está em preparação para a Taça Guanabara.

Em nota, Paulo relembrou as importantes conquistas do Mais Querido na temporada passada, agradeceu o apoio do vice-presidente Marcos Braz, e afirmou sair com a certeza de ter cumprido seu papel.

Além disso, com a crise política instalada no rubro-negro carioca, Paulo Pelaipe não citou o vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, responsável direto por sua saída do clube.

Confira:

Depois de uma temporada completa no CR Flamengo quero me dirigir ao presidente Rodolfo Landim, ao vice de futebol Marcos Braz, ao diretor-executivo Bruno Spindel, ao técnico Jorge Jesus, funcionários e aos torcedores para agradecer pela oportunidade de retornar ao clube pela segunda vez. Ontem (6 de janeiro), para minha surpresa, fui comunicado que está cancelada a renovação de meu contrato, que havia sido feita em dezembro, logo após as conquistas da Libertadores e do Brasileiro.

Na primeira passagem, quando assumi o cargo sabendo do desafio, com muito sacrifício, foram conquistados os títulos da Copa do Brasil de 2013 e o Carioca de 2014.

Agora em 2019 foram mais três conquistas: o Carioca, o Brasileiro e a Libertadores.

Ver o amor dessa torcida e sua capacidade de empurrar o time me comoveu todas as vezes, isso ficou claro na enorme torcida que foi até o Peru, na decisão da Libertadores, e em Doha no Mundial.

Levo para sempre comigo os exemplos de incentivo e carinho que recebi dos profissionais e funcionários, com quem tive a oportunidade de trabalhar e dessa torcida fantástica.

Quero fazer um agradecimento especial ao Marcos Braz, que em dezembro de 2018 me convocou para assumir o cargo no Flamengo e com quem tive uma relação de muito respeito e profissionalismo.

Sou testemunha da devoção que o Marcos Braz tem pelo Flamengo, deixando sua vida pessoal e se dedicando em tempo integral ao clube e asseguro que em momentos delicados suas atitudes demonstraram sempre muita firmeza na condução do grupo e do trabalho.

Quando sugeri ao Marcos Braz a contratação do técnico Jorge Jesus, ele confiou na minha indicação e isso foi determinante para o sucesso da vinda do Mister e tudo deu muito certo, o trabalho desenvolvido pelo treinador e os resultados demonstram isso.

Saio com a certeza de ter cumprido meu papel e agradeço pela oportunidade.

Boa sorte ao CR Flamengo!!!

 

Por Fernanda Fernandes 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação