O quase normal

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Ufa!!! Quem diria que só após pouco mais de 270 minutos os primeiros três pontos da campanha do Octa viriam? Inclusive foram 33 finalizações as necessárias desde a estreia contra o Atlético-MG para estufarmos as redes adversárias. Esperado e normal não é, mas só sei que foi assim.

Domènec, que trouxe uma receita catalã um tanto quanto exótica no meio de semana, deixando Arrascaeta no banco e botando o Rodrigo Caio na lateral, dessa vez fez o basicão. Se era o João Lucas que tinha, foi com João Lucas no lugar do Rafinha que o Flamengo iniciou a peleja. Normal. Flamém.

Em alguns momentos dos embalos desse sábado à noite o Flamengo até LEMBROU aquele Flamengo de 2019, quando o normal, o trivial, era o espetáculo. Apenas LEMBROU. Algumas boas articulações do meio pra frente, em que pese o adversário da noite ter voltado da paralisação apanhando dia sim e outro também, contabilizando a quinta derrota consecutiva. Além de ter jogado parte da segunda etapa com um a menos. Inclusive nos pressionou um pouco em um pequeno período do tempo dessa inferioridade numérica.

http://historia.rrn.net.br/flamengo-derrota-o-coritiba-e-conquista-a-sua-primeira-vitoria-no-campeonato-brasileiro/?amp

Mas… Mas… E isso também vem se repetindo desde o retorno ainda sob o comando do JJ, esse caminhão de gols que a gente anda perdendo, ou preocupa muito ou, se está juntando pra vir mais pra frente de forma acumulada, já podem entregar as taças. Tá tendo gol perdido de tudo quanto é jeito. Pra todos os gostos e desgostos.

Outro treco que não tá normal é da meiúca pra trás. Tá uma bateção de cabeça só. Inclusive é também uma coincidência de problemas que se junta a algumas outras que ocorreram no início dos 13 meses gloriosos e com tantas conquistas em sequência.

Até que o João Lucas não comprometeu. De qualquer forma as infos que chegam é de que o experiente Isla já está com a contratação encaminhada. Diretoria agiu rápido e dessa vez não teve novela. Gelo no Sangue purinho.

Um pouco de tranquilidade para a sequência do trabalho do Domènec. Um pouco mesmo, já que a escala da temporada 20/21 é frenética e quarta já tem Flamengo em campo contra o Grêmio. E com o tempo as coisas só tendem a apertar mais, com a volta da Libertadores já no mês que vem.

https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/flamengo-vence-o-coritiba-por-1-a-0-no-couto-pereira

A boa é… Regenerativo amanhã, psicólogo pra defesa na terça e, no mesmo dia… Digamos… 12 horas seguidas de treinamento de finalização para o ataque. Sem pausa pro lanche. Eh, eh…

Bora pro topo da tabela que é nosso lugar.

Isso aqui é Flamengo.

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação