Noite de decepção: após grande inicio na Libertadores Flamengo perde sua invencibilidade e é derrotado pelo Peñarol no Maracanã

flamengo e libertadores
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Com quase 70 mil pessoas presentes no Maracanã, maior recorde de público do ano, o Flamengo perde a sua invencibilidade na Copa Bridgestone Libertadores 2019. Após uma ótima sequencia de vitórias, em cima do San José fora de casa (1×0) e contra a LDU no Maraca (3×1) o rubro-negro é derrotado pelo Peñarol, do Uruguai, por 1×0 no Rio de Janeiro.

O time de Abel vinha com força total, tendo em campo absolutamente todos os seus titulares e com a presença extraordinária do seu 12° jogador: a torcida, em busca de alcançar uma marca jamais vista na história do clube, a de vencer seus 3 primeiros adversários na fase de grupos e deixar a classificação para as oitavas devidamente encaminhada. Porém, na prática, não aconteceu como era o desejado.

Num jogo extremamente truncado e repleto de duelos individuais dominados pelos uruguaios, o Flamengo sentiu a pressão do Peñarol em tentar diminuir em todo tempo a velocidade do jogo. Gabigol, o jogador que mais teve chances de marcar durante a partida, acabou expulso em meados do 2° tempo, após um entrada dura no rival uruguaiano Rojo.

Apesar de algumas chances criadas e de todo o esforço de Diego Alves para impedir que o time uruguaio abrisse o placar, aos 42 minutos do 2° tempo, para a tristeza dos 66 mil e 716 torcedores que estavam presentes no Maracanã e todos os outros espalhados pelo mundo a rede rubro negra acaba sendo balançada por uma cabeçada inesperada de Lucas Viatri após cruzamento de Lucas Hernández.

Não é fácil perder, ninguém nunca está preparado para a derrota, ainda mais quando se trata de flamengo. Questionamentos como:” e se o Gabigol não tivesse sido expulso?” ou até mesmo, “e se o Arrascaeta tivesse entrado em campo?” começam a aparecer na nossa cabeça e nos fazer pensar. Mas, entre tantos “e se?”, a única certeza agora é que o Flamengo segue na disputa pela classificação do grupo D com os mesmos 6 pontos, igualado ao Peñarol que vem logo atrás, seguidos pela LDU com 4 pontos e o lanterna San José com apenas 1.

Entrar em campo para disputar uma partida de Libertadores não é fácil, todo mundo sabe disso, mas, o que se espera de um time como o Flamengo não pode ser menos do que o lema que o próprio rubro negro carrega em seu hino: vencer, vencer e vencer. Raça, entrega e vontade. É isso que o torcedor deseja ver na próxima quinta feira, dia 11/04, onde o Flamengo entra novamente em campo contra o San José, no Maracanã, em busca daquilo que não foi alcançado no dia de hoje: a vitória.

Por Maria Clara Bravin

SRN.

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação