Especial NBB: O primeiro a gente nunca esquece!

FlaBasquete o primeiro NBB a gente não esquece
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

A 13° edição do NBB vai começar e o maior campeão da competição irá em busca de mais um triunfo.

O FlaBasquete que vem se recuperando da ressaca da derrota da final da Champions League Américas, já se prepara para começar a batalha para conquistar seu 7° título.

Nas outras 12 edições, metade dos canecos vieram para Gávea, mostrando a hegemonia do Flamengo na competição.

O Redação Rubro-Negra vai relembrar nesses próximos dias, todos os 6 títulos do Mengão no NBB.

Será um esquenta para a estreia da competição em que o Flamengo fará seu primeiro jogo no próximo dia 10/11 terça feira contra o Minas Tênis Clube marcado a princípio para as 20:00.

NBB: O Primeiro a gente não esquece!

O primeiro título de NBB conquistado pelo FlaBasquete foi logo na primeira edição da competição.

O Novo Basquete Brasil surgia com a  organização da Liga Nacional de Basquete, copiando a organização de ligas como a americana, e outras fortes ligas europeias que tem como organizadores os próprios clubes.

Nessa primeira edição 15 equipes estiveram presentes sendo todas elas históricas para o surgimento dessa nova era do basquete brasileiro.

As primeiras 15 grandes equipes. 

Foram 8 equipes do estado de São Paulo:

Araraquara, Assis, Bauru, Franca, Limeira,Paulistano, Pinheiros e São José

2 equipes do Espírito Santo:

Espirito Santo e Saldanha da Gama;

E 1 equipe do Destrito Federal, Lobos Brasília; Minas Gerais, Minas Tênis Clube; Rio De Janeiro, Flamengo; Rio Grande do Sul, Bira/Lajeado; e de Santa Catarina com Joinville.

O Campeonato.

Na fase de classificação o Mengão nadou de braçadas largas fazendo incríveis 28 jogos vencendo 26 desses.

Classificou para os playoffs com 92,9 de aproveitamento sendo que a segunda equipe na classificação foi o Brasília com 78,6.

Nas quartas de finais o Flamengo pegou o tradicional Pinheiros que havia se classificado em 8° lugar com um aproveitamento de 57,1%.

A equipe de São Paulo havia chegado na fase de classificação vencendo 16 partidas dos seus 28 jogos.

Flamengo x Pinheiros (Quartas de Final)

Nos confrontos contra o Flamengo foram 2 vitórias para o Mengão. Uma por 86 x 81 no Rio, e outra por apenas 1 ponto 90 x 89 jogo esse no ginásio do Pinheiros.

Nas quartas de final o mais querido passou o carro fazendo 3 jogos a 0:

92 x 87 / 92 x 85 / 87 x 84

Já pelas semifinais o adversário foi o Joinville de Santa Catarina. A equipe Catarinense havia terminado a fase de classificação na 4° colocação com aproveitamento de 75%.

Flamengo x Joinville (Semifinal)

Foram 21 vitórias nos 28 jogos. Nas quartas de finais a equipe que terminou a fase de classificação com a melhor defesa fez 3 jogos a 1 em Limeira, perdendo a primeira partida por 77 x 87, e vencendo a 3 seguidas. 85 x 75 / 77 x 63 / 95 x 89.

Nas semifinais o Mengão também passou a vassoura fazendo 3 jogos a 0: 88 x 86 / 92 x 86 / 109 x 94.

Na grande final da primeira edição do NBB o Flamengo enfrentaria o Brasília, mesmo adversário da final do  campeonato brasileiro anterior onde na final o Flabasquete havia vencido por 3 jogos a 0.

A trajetória de Brasília nos playoffs.

O time de Brasília havia chegado nessa final se classificando em segundo, e enfrentando nas quartas de finais a equipe de Franca, onde precisou de 5 partidas para passar para a fase seguinte. 78 x 76 / 96 x 105 / 76 x 66 / 73 x 74 / 64 x 59.

Nas semifinais o adversário foi o Minas Tênis Clube que havia passado por Bauru por 3 jogos a 0 na fase anterior.

O Minas havia se classificado em terceiro na fase regular conquistando 75% de aproveitamento.

Foram 21 vitórias, contra 22 de Brasília nessa fase, já no confronto das semi o time de Brasília saiu vitorioso fazendo 3 jogos a 1: 78 x 91 / 103 x 76 / 89 x 79 / 101 x 90.

Flamengo x Brasília (A grande final).

A grande final viria para coroar a estreia de um campeonato que foi absoluto sucesso nos blindando com 5 partidas espetaculares.

Na primeira partida no ginásio Nilson Nelson em Brasília o Flamengo segurou a pressão e fez 81 x 74 com Marcelinho Machado fazendo 32 pontos e sendo o grande cestinha do jogo.

O jogo 2 na Arena Da Barra no Rio de janeiro, foi Brasília que segurou a pressão da torcida e devolveu a derrota fazendo 81 x 71. Alex o brabo foi o cestinha da partida com 17 pontos.

Na partida número 3, em outra atuação soberba de Marcelinho Machado com 35 pontos e 12 rebotes o Flabasquete fazia 99 x 78.

Voltando ao ginásio Nilson Nelson já com o Math point para o Flamengo, o time de Brasília conseguiu se reencontrar fazendo 82 x 78 na prorrogação, o tempo normal foi 70 x 70 em partida equilibradíssima onde Marcelinho Machado mais uma vez foi o dono do jogo fazendo 24 pontos.

A quinta partida voltava ao ginásio da Barra da Tijuca que recebia naquela manhã do dia 28 de junho um total de torcedores de 15.430.

Uma partida tensa que logo no início tiveram 2 jogadores expulsos por causa  de desentendimento. Um do Flamengo o pivô Baby e o também pivô de Brasília Cipriano.

Na volta para o jogo as equipes trataram de jogar basquetebol, e os destaques mais um vez foram aparecendo.

Marcelinho Machado mais uma vez com 27 pontos mandou na partida que terminaria em 76 x 68 para o Flamengo faturando assim o primeiro título do NBB (Novo Basquete Brasil).

FlaBasquete NBB
A conquista no Primeiro NBB // foto: retirada do Site LNB

O grande MVP dessa edição não poderia ser outro. Marcelinho Machado que terminou com 1.047 pontos, com uma média de 26.8 por partida.

Jogadores do FlaBasquete nessa primeira conquista.

4-Marcelinho Machado, 5-Hélio, 7-Wagner, 8-Fernando, 9-Fred, 10-Duda, 11-Marcellus, 15-Júlio César, 17-Daniel, 18-Jefferson, 19-Ian, 45-Colonese, 54-Alírio e 55-Baby

Técnico: Paulo Chupeta.

Se quiserem saber mais sobre os títulos do Flamengo no NBB é só vir com a gente.

Nós do Redação Rubro-Negra iremos também estar colados com o Flabasquete nesse campeonato que promete.

Não deixem de favoritar nosso site para receberem notificações logo que as matarias saírem, e nos acompanhem também em nossas redes sociais. Por lá sempre tem novidades com prefácios e links de nossas matérias. (Instagram, Twitter, Facebook, You Tube)

Se quiserem me encontrar no Twitter é só buscar por @rmulocunha

Prometo estar tentando me familiarizar mais com a ferramenta, para trazer em tempo real melhores informações para vocês.

Redação Rubro-Negra, o projeto feito por torcedores, para torcedores.

 

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação