Morre aos 80 anos Marilene Dabus, sócia emérita e ex-vice-presidente de comunicação do Flamengo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Marilene Dabus. Foto: CR Flamengo

A jornalista Marilene Dabus faleceu nesta sexta-feira (17), vítima de um câncer. A “Moça do Flamengo” se tornou conhecida por ter sido a primeira repórter mulher cobrir futebol no Brasil. Sócia emérita e remida do Flamengo,  com 58 anos de vida associativa, ela também foi vice-presidente do departamento de comunicação do clube nos anos 1980.

O perfil oficial do Flamengo lamentou o óbito em seu Twitter. Também foi anunciado que haverá um minuto de silêncio antes da partida Macaé x Flamengo de amanhã, sábado, às 16h, em homenagem à Marilene.

Sua trajetória profissional começou quando foi convidada pela TV Tupi para comentar sobre o Flamengo no programa “Vença com o Vencedor”, em 1968. Torcedora desde pequena, não demorou para que Marilene conquistasse a torcida rubro-negra com seus conhecimentos. Por isso, ela começou a ser conhecida como “Moça do Flamengo” e conseguiu o posto de setorista do clube

Marilene passou a ser repórter da seleção brasileira durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1970, quando João Saldanha ainda era técnico. Ela também fez parte da formação da FAF (Frente Ampla pelo Flamengo), movimento político no final da década de 1970 que causou a primeira eleição de Márcio Braga como presidente. Surgiu dela a ideia do nome “Ninho do Urubu” para o centro de treinamento em Vargem Grande.

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação