Flamengo tem noite de brisa leve.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Como começou…

Furacão. Furacão? Bem… Sei lá qual a origem desse apelido do nosso adversário das oitavas da Copa do Brasil 2020. Fato é que, no ano do Futebol do Apocalipse, a alcunha que remete a uma das forças da natureza não lhe cai muito bem. Flamengo passou, como já era esperado, sem sustos para a próxima fase.

Pra não dizer que não teve emoção alguma na partida dessa quarta, teve mais uma vez o Momento Distribuição de Brindes na defesa ainda no primeiro tempo. Claro que nem sempre o adversário vai aproveitar/aceitar os presentes. Após o Pedro balançar as redes opostas duas vezes, o Arão foi o Papai Noel que foi aceito na noite e deu um passe pro Erick mandar a bola no ângulo do Hugo Souza.

O Léo Pereira também tentou mandar seu Oh-Oh-Oh de Natal, e não só uma vez, incluindo levar cartão amarelo com meio segundo de jogo e arriscar levar o segundo em lance que não foi pênalti… Mas vai que o juiz/VAR inventam de marcar? Seria o segundo amarelo, o ra-re-ri-ro-rua, e tava lá o Nosso Flamengo com esse reforço para o primeiro jogo das quartas-de-final. 🤔🤔🤔

E pra voltar nos gols do Pedro… Que faaaaaaaaseeeee vive o Queixada!!!! Dá a bola nele. Redonda, quadrada, no aperto, na linha do gol, por cima, por baixo… Tasca no moleque que ele transforma em gol. Duas importantes participações do Matheuzinho nos dois lances pra mostrar que Yes, Nós Temos Rodízio, e dos bons.

Como terminou…

Aquele alívio de primeiro momento no retorno dos vestiários. Caudiquê ultimamente sempre rola aquela dúvida sobre se o Flamengo vai jogar um tempo só ou vai ser o pacote completo. Ufa… Voltamos bem e apertando os caras, buscando liquidar cedo a fatura… Só que não durou muito.

Logo, logo o Flamengo, sabe-se lá se por instinto ou ordem do Domènec, meteu o regulamento embaixo do braço, meteu o galho dentro e começou a dar margem para o Athletico se engraçar e partir pro ataque. Com um punhado de falta de competência deles, e algumas doses de boas intervenções do Hugo, ainda que nas saídas dele do gol o treco seja um tanto quanto tenso vez ou outra… Que bom, nada de pior aconteceu nesse Momento Vento Um Pouco Mais Forte do pretenso Furacão. Flamém.

O Paulo Autuori ainda fez umas 529 substituições pra ver se o time em campo fazia surtir algum efeito na hora de correr atrás do prejuízo, que era bem grande pros paranaenses. Deu em nada.

O Thiago Maia fez um golaço. E em uma noite em que não andava exatamente no melhor das inspirações. Mas as linhas playstatianas do VAR anularam o gol. Tô falando que tem que mudar saporra dessa regra… Mas enfim… Segue o jogo e o Michael mandou pro fundo das redes em mais uma bela jogada do nosso ataque, contando com uma peculiaridade: pode levantar a plaquinha que teve PARTICIPAÇÃO DO LINCOLN.

Veio a classificação. Rolaram aqueles golzinhos de hábito que o Flamengo sempre leva, né? E TALVEZ a culpa disso seja um pouco minha junto com a zaga. Me meti em um bolão que tenta adivinhar placar só de jogos do Flamengo por toda a temporada. Daí pra não queimar a mufa e ficar “correndo atrás do placar”, inventei de marcar dois a zero em todos os jogos. Daí…

Bem que o Dome avisou logo na chegada que prefere ganhar de quatro a dois (faltou um) que de um a zero. Eh, eh, eh. Há que se acertar esse sistema defensivo. Em uma mata-mata desses da vida pode ser fatal.

Bem. Agora é pensar no jogo de domingo contra o Atlético-MG. E torcer pra ver se mais algum dos nossos desfalques consegue encontrar a chave com que estão trancafiados no Departamento Médico. O Pedro Rocha já conseguiu uma cópia da chave da cela.

Vaga na mão. Tranquilidade momentânea para os corações mais angustiados de muitos dentre nós, que desabam após os tropeços.

Bora pra cima dos mineiros.

Isso aqui é Muito Flamengo.

 

PETISCOS

. MOZIFIO. Estamos na quinta, mas o prêmio de melhor comentário esportivo da semana já tem dono. Feito na tarde anterior ao jogo, em debate sobre provável escalação: “Se o Vitinho não está acertando, tenta com o Exu do Michael”. Um visionário. (Adriano Passos) 👹👹👹

. SEXY. Vi que a Greenleaf deu umas aparadas na pista de rally do Maraca antes do jogo. Nitidamente pensamentos femininos: “Vou me depilar, ficar bem atraente, e vou massacrar o cara. Papo de sair dali direto pro hospital” 🏥🏥🏥

. BUSINESS. Um brother meu, conhecido pela galera dos meus vídeos (#Merchandising do #BoTTecoDoFlamengo) como Presidente Alex, vê nossos tropeços com tanto ódio no coração que eu dei a pala pra ele: “Faz vídeo de reação, registra teus rages, e parte pro abraço”. 🤑🤑🤑

 

MESA DA ARCOIRIZADA

. JURA? “Vasco chega a acordo com Independiente por Benítez e tenta levantar recur$o$ com torcida e patrocinadores”. O verdadeiro problema sempre foi esse: recursos. 💸💸💸

. E AGORA? Apesar de delírio, um dos pontos recorrentes nos protestos da torcida do Botafogo nas últimas semanas era “A Copa do Brasil é Obrigação”. É… Parece que não deu muito certo, né? Passamos de um título relevante para… “G16 é Obrigação”. E tá cada vez mais com cara de também ser um pedido meio over. 😭😭😭

. TÔ DIVIDIDO. O fluminenCe ficar fora da próxima Libertadores é maneiro pra poder aumentar o sufoco financeiro por lá. Por outro lado a participação da Nobreza do Laranjal em competições internacionais sempre é fonte de diversão. 🤔🤔🤔

 

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

 

 

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação