Flamengo perde para o Fluminense no Maracanã

Arrascaeta marca e da declaração forte após derrota. FOTO: André Durão
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Em um segundo tempo vexatório, o Flamengo deixou escapar a chance de encostar no líder São Paulo e perdeu o clássico por 2 a 1.

O primeiro tempo foi marcado por amplo domínio do Rubro-Negro Carioca. Com o intuito de se impor desde o início da partida, o Flamengo subiu as suas linhas, impossibilitando ações ofensivas do time Tricolor. Os primeiros minutos de jogo já deixavam claros que eventualmente o Mengão ia abrir o placar da partida. Entretanto, o esquema defensivo bastante fechado imposto pelo Fluminense ofereceu alguma dificuldade para O Mais Querido alcançar a meta do gol.

Diferentemente de outras partidas, observamos dessa vez a intensa movimentação no ataque Rubro-Negro. Inegavelmente, determinada postura preveem da presença de Gabriel Barbosa no ataque do time. O atacante sempre buscava cair pelas laterais abrindo espaço para outros companheiros se infiltrarem na defesa tricolor.

O fruto do amplo domínio foi alcançado aos 39 minutos, quando Everton Ribeiro realizou ótima jogada pela lateral do campo e cruzou na área. Posteriormente a bola resvalou no defensor Matheus Ferraz deslocando-a para cima aonde Arrascaeta foi soberano e cabeceou para o fundo do gol.

Inegavelmente, todo o domínio e empenho do time apresentados na primeira etapa foram anulados por um desfecho vexatório. O Flamengo voltou irreconhecível no segundo tempo. A marcação alta, as triangulações e movimentação ofensiva foram anuladas por um Fluminense que abdicou de apenas defender e começou a atacar. O começo da virada Tricolor começou aos 9 minutos, proveniente de uma bola parada, aonde Luccas Claro subiu mais que toda a defesa Rubro-Negra e marcou.

O Flamengo continuou não se impondo da mesma forma que foi realizado no primeiro tempo. Dessa maneira, proporcionou 45 minutos de dar vergonha para o seu torcedor. Isto é, demostrou uma falta de vontade em ganhar a partida e deixou o adversário, antes submisso, tomar conta dela. Todavia, O Mais Querido seguiu com o domínio da posse de bola, mas com um jogo de transição lento ficou vulnerável a contra-ataques da equipe adversária.

O desfecho desfavorável aconteceu quando Filipe Luis falhou e entregou a bola para Yago Felipe livre na pequena área. Dessa forma o meia Tricolor precisou apenas deslocar a bola de Hugo que havia saído do gol em uma tentativa desesperada de realizar a defesa, aos 47 minutos.

Por fim o meia Arrascaeta, eleito o melhor em campo, ao sair do gramado deixou sua declaração sobre o jogo: — “A gente tem que sair com vergonha hoje porque a gente está perdendo os jogos. Tem hora que a gente não merece ser campeão”. Carregada de frustração, é provável que o sentimento e as palavras exercidas pelo meia represente a Nação nesse momento.

O próximo jogo do Flamengo está marcado para este domingo às 16 horas contra o Ceará no maracanã.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 x 2 FLUMINENSE

Data: 6 de janeiro de 2020, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Competição: Campeonato Brasileiro (28ª rodada)

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Cartões amarelos: Calegari, Yago (FLU); Bruno Henrique (FLA)

Cartões vermelhos:

Gols: Arrascaeta, aos 39 minutos do primeiro tempo; Luccas Claro, aos nove minutos do segundo tempo, e Yago, aos 47 minutos do segundo tempo

FLAMENGO:Hugo; Isla, Rodrigo Caio, Natan (Diego) e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz) e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol (Pedro). Técnico: Rogério Ceni.

FLUMINENSE: Marcos Felipe, Calegari, Matheus Ferraz, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Yuri, Hudson (Martinelli), Yago e Michel Araújo (Caio Paulista); Wellington Silva (Lucca) e Fred (Felippe Cardoso). Técnico: Ailton

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação