Flamengo divulga seu resultado financeiro para 2020.

Flamengo divulga números financeiros de 2020.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O Flamengo divulgou hoje, 31, o resultado financeiro referente ao ano de 2020. Como era de se esperar, o clube sofreu com os impactos da pandemia e apresentou o pior resultado financeiro dos últimos 14 anos.

Clube apresenta um Déficit de R$ 107 milhões

Com o prejuízo de R$ 107 milhões no ano de 2020, o clube atingiu a pior marca dos últimos 15 anos, só não sendo pior que o ano de 2007 que a valor presente atingiu a marca de R$ 129 milhões em prejuízo naquele ano.

Para se ter ideia, o prejuízo de 2020 é suficiente para correr praticamente todo o lucro auferido nos anos de 2018 e 2019 de forma acumulada.

Mas afinal, só a pandemia causou esse prejuízo?

De fato a pandemia impactou demais nas receitas do clube, seja em bilheteria, onde o clube não teve a presença da sua torcida, seja também na queda do sócio torcedor. Essas rubricas são de extrema importância para a geração de receita do clube.

Porém algumas sangrias poderiam ter sido estancadas, como, por exemplo, o Sócio Torcedor. O clube saiu de 125 sócios torcedores para pouco mais de 50 mil. O Clube poderia ter feito alguma campanha para fazer com que esses sócios se mantivessem na base e continuassem assim gerando renda ao clube.

O que salvou o clube de não ter um resultado ainda pior foram as transferências de jogadores. O clube previa R$ 80 milhões e alcançou R$ 220 milhões.

Demonstração aprovado, porém com ressalvas.

A demonstração financeira do Flamengo foi aprovada pelos auditores independentes, porém com uma ressalva que contém um valor significativo. Os auditores alegam que não é possível comprovar o saldo que se tem no ativo do clube a respeito dos atletas em formação. Essa linha é responsável por R$ 50 milhões do total de ativo do clube.

Alto custo com comissionamento.

O clube possui um valor de cerca de R$ 63 milhões a pagar a respeito de comissões e luvas pela aquisição de atletas. Desse montante, alguns chama a atenção, como por exemplo:

-R$ 3,8 milhões de comissão pela compra do zagueiro Leo Pereira

-R$ 4,6 milhões de comissão pela compra do atacante Bruno Henrique, sendo que o mesmo não foi adquirido em 2020.

-R$ 3 milhões de comissão pela compra do atacante Michael.

Relação do passivo do clube referente a aquisição de jogadores.

Elevado valor da linha de “Outras Despesas”.

O clube apresentou cerca de R$ 13 milhões de reais a título de outras despesas. Um valor bem relevante, principalmente frente a crise financeira para não ser demonstrado.

R$ 8 milhões pagos a título de salário para diretores.

Apesar da redução frente ao ano de 2019, o clube ainda sim tem um alto custo com diretores dentro do clube, cerca de R$ 8 milhões por ano.

Clube apresenta mais de R$ 62 milhões em despesas administrativas fora do futebol.

O clube em todo o resultado divulga a demonstração financeira segregada entre Futebol, esportes olímpicos e clube social. Esse ano, chamou a atenção para a linha de Outros que contém cerca de R$ 62,4 milhões, sendo um valor ainda maior do que os R$ 53,4 milhões de 2019. Afinal, o que seria mais essa linha de “Outros” ?

O que esperar para 2021?

Após o desastre do resultado financeiro de 2020, algo que não se via desde 2007, o clube precisa equacionar suas receitas e ajustar as despesas dentro do que lhe é possível, visto que o patrimônio liquido do clube que começava a ganhar corpo, praticamente voltou a estaca zero.

Evolução do Patrimônio Liquido do clube.

Além disso tem que se levar em conta que a pandemia parece não ter o fim tão próximo, diferente do que os dirigentes rubro negros acham, uma vez que no orçamento para 2021, os mesmos projetavam as receitas contando com o retorno da torcida aos estádios em Abril. Além disso, os mesmos contam que o clube chegará em todas as finais possíveis.

OBS: Óbvio que eu como vos escrevo, como torcedor, imagino o Flamengo campeão até do torneio das galáxias contra o time de Marte, porém o coração não pode sobrepor a razão, principalmente na confecção de um orçamento, contando com um valor extremamente alto de premiação.

Premissas para o orçamento de 2021.

Para se ter ideia de como os dirigentes erraram feio em suas previsões, no orçamento de 2021 eles contavam que o clube teria um prejuízo de “somente” R$ 23 milhões, diferente dos R$ 107 milhões oficializados hoje. Para completar, eles orçaram R$ 118 milhões de lucro, contando com as premissas anteriores. Tirem suas conclusões.

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação