Flamengo ainda pode sonhar com o Campeonato Brasileiro?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

 

Matematicamente o Flamengo ainda tem chance de ser campeão do Brasileirão 2020. O rubro-negro tem 10 jogos para disputar com 30 pontos em jogo. Mas nessa altura do campeonato o Fla não depende mais de si, já que está a 7 pontos do líder São Paulo e ocupa  o 4° lugar. E o outro aspecto que faz com que o torcedor não acredite muito no título brasileiro é o desempenho do time dentro de campo.

Nas duas partidas decisivas, contra Fluminense e Ceará em que o Flamengo poderia encostar no líder São Paulo, já que o time paulista perdeu seus últimos dois jogos, o rubro-negro carioca também foi derrotado nas duas últimas partidas. Oportunidades que para quem deseja ser campeão em um campeonato de pontos corridos não pode desperdiçar.

E para dificultar ainda mais a vida do Flamengo, os seus principais jogadores vivem uma má fase tecnicamente falando. O quarteto ofensivo que impressionou a todos em 2019, composto por: Bruno Henrique, Gabigol, Arrascaeta e Everton Ribeiro, estão bem abaixo do seu nível técnico e isso acaba atrapalhando o desenvolvimento do time. O Fla não consegue mais ter eficiência na parte ofensiva, continua errando bastante nas finalizações e não consegue retomar aquela intensidade no perde e pressiona lá na frente, não recuperando a posse da bola de forma rápida como era visto nesta equipe.

A fase ruim não é só dos principais jogadores, a equipe coletivamente está muito mal, o que se percebe é uma desorganização total em todos os setores. E tanto Domenèc quanto Rogério Ceni não conseguiram colocar o Flamengo para jogar um futebol consistente e digno do elenco que montou.  Os trabalhos são bem questionáveis e abaixo da expectativa gerada.

Rogério Ceni está pressionado no cargo de treinador do Flamengo Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

O fator psicológico em que o Marcos Braz disse não ter influenciado na fase em que os jogadores do Flamengo vivem, podemos perceber bastante no ambiente do clube. A equipe carioca tem entrado nas partidas com certa displicência e o poder de reação do time caiu demais ao longo do tempo. Não tem como ignorar que um acompanhamento de um psicólogo ajuda no dia a dia do atleta. É claro que esse fator não é determinante para a situação do Fla, mas estar com um bom psicológico e manter o foco contribui bastante.

E por fim, a gestão decepcionante de Rodolfo Landim e Cia, vem fazendo com que o Flamengo não consiga alcançar uma certa hegemonia no futebol brasileiro. A vaidade, soberba e a falta de comprometimento com o clube faz com que o trabalho da atual diretoria seja bastante questionado pelos torcedores e imprensa. A falta de um planejamento qualificado para 2020 dos membros da diretoria do Fla é uma das principais causas para o declínio do clube da Gávea.

Elenco, chances matemáticas e capacidade para vencer o campeonato o Flamengo tem, mas convenhamos que com essa postura e desempenho fica bem difícil conquistar o Brasileirão 2020.

Leia Também: Flamengo projeta reformulação no elenco e cerca nove atletas devem deixar o clube em 2021

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação