Diego Alves: Intenso como um café

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Como se diz no futebol, um bom time começa sempre com um bom goleiro. E um bom goleiro é aquele que além de ser seguro debaixo das traves, é um líder e consegue ajudar sua defesa falando, ajustando e passando confiança aos seus companheiros. Esses atributos se encaixam perfeitamente em Diego Alves.

O goleiro de 1,88 chegou ao Flamengo em 2017 para tomar conta de uma posição que sofria sem um nome de confiança. Antes de sua chegada, Muralha e Thiago foram os titulares com falhas em momentos decisivos que prejudicaram o Flamengo em diversas oportunidades. Alves chegou da Espanha como um dos melhores goleiros do mundo, sendo diversas vezes convocado para a seleção, e como o maior pegador de pênaltis da história da Liga espanhola, pegando batidas de Messi e Cristiano Ronaldo pelo Valencia.

Diego começou sua passagem no Flamengo com expectativas enormes por parte da torcida, com status de ídolo sendo recebido muito bem pela nação. Diego teve seu primeiro auge na Copa Sul-americana daquele mesmo ano, quando começou a fechar o gol contra o Fluminense e Junior Barranquila. No segundo duelo contra o time colombiano, em uma divida, Diego se lesionou e ficou fora do restante da partida e dos jogos do ano com uma fratura na clavícula.

Na primeira parte de 2018 o goleiro foi uma das peças fundamentais na arrancada do time para a liderança do Brasileirão, tomando apenas um gol em doze jogos. O goleiro foi para  parada da copa bem e tranquilo na posição. O café do goleiro começou a esfriar logo após a a Copa, com uma insegurança ainda não demonstrada, falhas em lances bobos. A torcida começou á pegar no pé do goleiro, e a relação começou a fica estremecido.

Pouco chamativo, Diego Alves é na dele com a imprensa e nas redes sociais, mas, é um cara que expõe suas opiniões, e não é muito de ouvir calado. Após uma derrota pelo Campeonato Brasileiro, torcedores foram ao aeroporto protestar contra às más atuações do time, Diego ao ser criticado e possivelmente xingado, arremessou um copo de café em um torcedor, marcando um pouco esse momento conturbado.

No fim de 2018 sua passagem no Flamengo quase foi encerrada. Após demissão de Maurício Barbieiri o Flamengo contratou Dorival Jr para o final da temporada. E a partir desse momento a situação de Diego Alves se tornou mais conturbada ainda. Após ser barrado pelo treinador em um jogo contra o Paraná, o jogador se recusou a viajar para ser banco, criando um mal estar. Logo apôs, o goleiro e o treinador bateram boca em um treino e Diego foi afastado do elenco.

Seu futuro no Flamengo só foi definido após a nova eleição do clube e a contratação de Abel Braga como treinador. O técnico ligou pessoalmente para Diego  Alves, mostrando sua vontade de contar com o jogador e convenceu o arqueiro, que decidiu, junto com a diretoria, continuar no Flamengo.

Diego Alves e Flamengo estão colhendo os frutos dessa acertada decisão. Com um começo de ano excelente, ele se tornou o goleiro que a torcida sempre esperou. Com muita liderança e tecnicamente muito bem, o jogador é fundamental na equipe além de ser um dos pilares dessa construção de time vencedor.

Com atuações seguras e com defesas milagrosas, Diego passa confiança ao time do Flamengo. No primeiro jogo da Libertadores, por exemplo, o goleiro foi o principal responsável pela vitória. O goleiro fechou o gol na altitude de Oruro e segurou o triunfo de 1 x 0 na estreia da competição, fora de casa. Foi mais uma vez decisivo na final do carioca, fechando o gol na segunda partida contra o Vasco da Gama.

O goleiro é hoje um dos melhores do Brasil, com confiança e em forma, se destaca no cenário nacional. É como um xerife na zaga, vê o jogo todo de trás, analisa, identifica os erros e orienta seus companheiros. É diferenciado em todos os aspectos. Experiente, sabe os momentos dos jogos e consegue passar isso para os demais jogadores. Com excelente reflexo, boa saída de bola e excelente posicionamento, Diego Alves é pro Flamengo hoje, aquele bom e velho café expresso depois do almoço.

SRN

Arthur Leal

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação