Ceni com o mapa na mão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Entre tapas e beijos, após idas, vindas e desvindas, chegou o dia do Rogério Ceni enfrentar o mais regular crush em sua ainda curta carreira de técnico de futebol.

Se por um lado a gente pensa logo: “Ih… Molinho, aê. O Ceni conhece aquilo lá de trás pra frente e de frente pra trás. Sabe o prato preferido do lateral, a série que o goleiro tá assistindo na Netflax (merchan), e o dia do aniversário da filha do sobrinho do centroavante”… Por outro lado os caras lá têm alguma informação sobre mais ou menos o que o ex-treinador possa estar pensando para o confronto.

Ainda assim, é claro, mesmo partindo do princípio de que esse Flamengo x Fortaleza será um jogo de pôquer sem muitos mistérios e blefes possíveis na mesa de jogo, nossa mão é muito melhor e com muito mais recursos, o que nos dá, sem clubismo algum, o direito de decretar o Flamengo como favoritaço nos Embalos de Sábado à Noite.

Após nossa Pandemia Particular de nove desfalques por partida, quando rola só uma meia dúzia de dois ou três a gente olha até com certo desdém. Dessa vez Ceni não conta com Diego Alves, Filipe Luís e Gabigol.

Renê fará um feijão com arroz básico que satisfaz, e Pedro não deixará muito a desejar na ausência do Nosso Nove que, em teoria, chamou um nome feio e vai ficar no banquinho do castigo nessa rodada. Já sob as traves, Hugo terá chance mais uma vez de mostrar seu talento com as mãos, e toda a ginga e malemolência do futebol brasilis com a pelota no pé. Eh, eh, eh. Fora isso, Arão está de volta na meiúca pra ajudar na manutenção da sequência de vitórias na Arrancada para o Octa.

Já do lado de lá… Do lado de lá… É muito comum um lado sair mais fragilizado em um divórcio traumático que não foi construído com o tempo, mas decidido na velocidade em que se prepara um miojo ou o Lincoln perde um gol feito. Pois bem. No desmatch Ceni/Fortaleza o lado de lá ainda tá com um monte de sequelas graves.

Marcelo Chamusca assumiu essa responsa e até agora o (des)aproveitamento só marca parcos 28.60% de pontos conquistados. Uma vitória em sete jogos, o que reflete na tabela em uma queda livre e um “meio de tabela pra menos”. Como comparação, Ceni alcançou 60.10% em 153 jogos. Na posição 14, a distância para o primeiro no Z4, o Vasco (esse com um jogo a menos), é de apenas dois frágeis pontinhos.

Em breve, ao fim da temporada, mais um sairá do Fortaleza para reforçar o Nosso Flamengo. Yuri César, que está por lá emprestado, retorna ao Mais Querido para o Ano Magico 2.0 em 2021. (obaobei na caraça). Além desse desfalque por motivos contratuais, o pressionado Marcelo Chamusca também não contará com o volante Juninho.

No Novo Normal que o Futebol do Apocalipse nos trouxe, o povo treinou dias 24 e 25 de dezembro. Se fuçar, provavelmente algo inédito em todos os ultimos 125 anos e um mês do Nosso Flamengo. Se a vida te deu um Corona… Adeque-se.

Não sei porque. Talvez seja o clima de Natal. Talvez seja a idade chegando e me trazendo a maturidade necessária para aceitar que adversários não são inimigos. A pandemia nos nivelou pelo essencial: a existência sobre a Terra. Estamos no mesmo barco. Em sendo assim, e sem nenhum interesse torpe em seja lá o que for, gostaria de citar apenas um clube, simbolizando todos os demais merd… ops… participantes do Brasileirão 2020: Boa sorte e um bom jogo, Fluminense Football Club. De coração.

Bora Vencer, Vencer, Vencer.

Isso aqui é Muito Flamengo.

 

PETISCOS

. RUEDA FEELINGS. Isla comparou a vibe do trabalho de Ceni e de Bielsa, com quem trabalhou na seleção chilena. Principalmente no termo que ficou muito em voga desde os tempos do Rueda: La Intensidad. 🔥🔥🔥

. NUM INTINDI. Na matéria que li onde estão algumas opiniões do Isla sobre o momento do Flamengo, é citada em algum momento a recente “evolução no sistema defensivo”. Eh… Assim… Sei que isso é ser chato. No fim das contas eu AMEI o resultado da última rodada, mas por alguns minutos, oito pra ser mais exato, eu fiquei um pouquinho na dúvida sobre toda essa melhoria. Ainda que com um jogador a menos naquele momento. 🤔🤔🤔

. SEM MISÉRIA. Por conta das muitas ausências do Gabi(gol) recentemente, a dupla BH-Pedro vem sendo muito efetiva na Era Ceni. 75% de aproveitamento e 24 participações em gols. Flamém. ⚽⚽⚽

. QUAL É A MÚSICA? Não vai rolar de usar o Maraca no jogo contra o Palmeiras, por conta do mesmo estar entregue à CONMEBOL para a Final da Libertadores. Dá pra jogar em qualquer lugar com gramado bom, já que não tem mesmo público. Dá também pra alugar São Januário, exigir uso do sistema de som, e deixar o Hino tocando por lá umas três ou quatro horas no último volume. Fica a dica. 🔊🔊🔊🔊🔊🔊🔊

 

MESA DA ARCOIRIZADA

. PRA ZERAR. Bom jogo esse pra ver se a gente consegue sair de campo sem ter nossas redes estufadas. O Fortaleza tem o quarto pior ataque da competição, com apenas 24 gols. Ainda assim, sob o comando de Chamusca, são seis gols em sete jogos. Quase um por partida. Hmmm… Vou confiar (mais uma vez) na hora de escalar o Cartola. Vamos observar. 👀👀👀

. AVANTE, CONSELHEIROS. Muito Boa a entrevista do futuro Vice de Marketing do Vice. Centrado e com bom planejamento. Vendo como adversário, é torcer pra eterna rinha política do clube atrapalhar o andamento “dus trabáio”. Em certo momento o cara cita o que foi feito no Nosso Flamengo: “A gente viu isso na mesma cidade, com o clube que não se deve falar o nome”. 🙊🙊🙊

. AGORA VAI. Enquanto isso no Botafogo… Voltou-se a falar em captação de recursos. Gente… Quem em um mínimo nível de consciência vai querer investir dinheiro naquilo? Rifa de terrenos no Pão de Açúcar é algo mais confiável. 💸💸💸

. NOBREZA & PODER & BURGUESIA. A dívida no fluminenCe subiu no último trimestre. Gira em torno de 700 milhões. Nós do lado de cá do Planeta Bola, mulambos, favelados e desfavorecidos, nos solidarizamos com essa situação. 💰💰💰

mercioquerido@gmail.com
Facebook e Instagram: Mercio Querido
Twitter: @sorinmercio

 

 

 

 

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação