Campeonato Brasileiro 2020 vai começar: como o Flamengo chega ?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

O Campeonato Brasileiro vai começar neste fim de semana. E o Flamengo, atual campeão, já tem uma tarefa difícil na estreia contra o Atlético-MG, de Jorge Sampaoli. A partida será no domingo(9), às 16h, no Maracanã. Mas o que esperar do rubro-negro carioca para o Brasileirão deste ano, que por conta da pandemia vai terminar em fevereiro de 2021?

Flamengo chega ao Brasileirão para defender o título e com um elenco ainda mais qualificado que o do ano passado, algo crucial para vencer um campeonato de pontos corridos. A outra mudança em relação ao ano de 2019 é troca de comando, já que Jorge Jesus deixou o clube para voltar para o Benfica. O novo treinador do rubro-negro é o catalão Domènec Torrent, que foi auxiliar de Guardiola por 10 anos (Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City) e treinou por um ano o New York City, dos Estados Unidos.

Apesar das semelhanças no que se diz respeito ao estilo de jogo e metodologia de trabalho de Domènec e Jorge Jesus, é natural que aos poucos iremos perceber algumas mudanças no time, cada treinador tem seu jeito de trabalhar. Dome, falou sobre essa comparação com o antigo técnico do Flamengo em sua coletiva de apresentação. “Respeito o trabalho de Jorge Jesus, mas teremos nosso próprio estilo. Aos poucos vamos implementar nossa filosofia, mas temos que respeitar o trabalho do antigo treinador”.

Domenèc com os representantes do Flamengo em sua coletiva de apresentação Foto:Alexandre Vidal / Flamengo
Domenèc com os representantes do Flamengo em sua coletiva de apresentação Foto:Alexandre Vidal / Flamengo

O rubro-negro carioca é apontado como o favorito para vencer a competição, muito por ter o melhor elenco do Brasil. Os jogadores que foram contratados esse ano seriam titular em muitas equipes do Campeonato Brasileiro. As contratações de 2020 foram: os zagueiros Léo Pereira e Gustavo Henrique, o meia Thiago Maia e os atacantes Michael, Pedro e Pedro Rocha.

Flamengo qualificou seu elenco para esse ano Foto:Marcelo Cortes / Flamengo
Flamengo qualificou seu elenco para esse ano e se tornou o melhor do Brasil Foto:Marcelo Cortes / Flamengo

Leia Também: E o Brasileiro já ganhamos SETE: Os títulos brasileiros do Flamengo

Time Titular: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

Números do Flamengo em 2020

Considerando somente o time titular, o Flamengo ainda não perdeu esse ano. As derrotas no estadual foram com um time de jogadores da base, já que o elenco então comandado por Jorge Jesus ainda estava de férias, fruto da disputa do Mundial de Clubes. Em 2020, já são 18 partidas, 16 vitórias e apenas dois empates (contra o Fluminense, na final da Taça Guanabara, e Independiente del Valle, pela Recopa Sul-Americana).

O número de gols é alto também nesta temporada. Já são 43 gols em 18 partidas, média de 2,39 gols por jogo. O artilheiro do ano até o momento é o Gabigol, com 11 gols marcados. Em relação à quantidade de vezes que o sistema defensivo foi vazado, os números são medianos. A equipe rubro-negra sofreu 10 gols, média de 0,56.

Dupla Decisiva

Uma das principais armas para o sucesso rubro-negro na conquista do título do Campeonato Brasileiro de 2019 foi o entrosamento e a eficiência da dupla Gabigol e Bruno Henrique. Juntos, eles somaram 46 dos 86 gols do time na competição, um pouco mais que metade, além de contribuírem com 12 assistências. Em 2020, os dois prometem repetir o ótimo desempenho do Brasileirão do ano passado.

A dupla Bruno Henrique e Gabigol promete repetir o desempenho do ano passado Foto: JOãO CARLOS GOMES/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
A dupla Bruno Henrique e Gabigol promete repetir o desempenho do ano passado Foto: JOãO CARLOS GOMES/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Números da Campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro de 2019

Pontos: 90

Vitórias: 28

Empates: 6

Derrotas: 4

Gols marcados: 86

Gols sofridos: 37

Saldo de gol: 49

Recordes conquistados no Campeonato Brasileiro de 2019

*Maior vantagem da história sobre o segundo colocado: 16 pontos de diferença sobre o Santos.

*Campeão com quatro rodadas de antecedência, igualando os feitos do São Paulo (2007) e do Cruzeiro (2013)

*O time do técnico português Jorge Jesus quebrou o recorde de melhor campanha da era dos pontos corridos com 20 clubes, formato em vigor desde 2006. A marca pertencia ao Corinthians (2015), que atingiu 81 pontos. O Flamengo fez 90.

Melhor mandante/melhor aproveitamento

O Flamengo não perdeu dentro de casa no Campeonato Brasileiro. Nas 19 partidas como mandante, venceu 17 e empatou duas. Com aproveitamento de 93%, o time conquistou 53 pontos e estabeleceu o recorde na era dos pontos corridos com 20 clubes. O somatório geral merece destaque: 78.9% de aproveitamento durante todo campeonato. Também é o maior no formato atual do torneio.

Melhor ataque e melhor saldo de gols

Com o trio Arrascaeta (13), Bruno Henrique (21) e Gabigol (25) no comando, o Mengão fez incríveis 86 gols no Brasileirão e se tornou o ataque mais positivo. Diante deste cenário, por ter sofrido 37 gols, ficou com saldo de 49. Como o recorde anterior era de 40, o clube passou a ter o melhor saldo da era de pontos corridos com 20 clubes.

Maior artilheiro

Pode levantar a plaquinha! Com 25 gols anotados, Gabigol se tornou o maior goleador da era dos 20 clubes. O recorde anterior era de 23, estabelecido ainda em 2010, mas o camisa 9 alcançou esse feito individual balançando as redes várias vezes e fazendo a alegria da Nação.

Mais vitórias/Menos derrotas

Com 28 vitórias, o Mais Querido bateu a marca antiga de 24 e ainda fez uma gordura. Recorde histórico. Por outro lado, igualou o recorde de menos derrotas em uma só edição: quatro.

Maior invencibilidade

Desde a vitória por 3 a 1 sobre o Grêmio (14ª rodada), no Maracanã, o Flamengo ficou 24 jogos invicto (a marca anterior era de 23). Durante todo esse período, foram 21 vitórias e 3 empates. A arrancada para o título épico e indiscutível também está inserida nesse contexto.

Melhor turno

O segundo turno foi extraordinário. De 57 pontos em disputa, o Mengão fez 48 (quinze vitórias, três empates e uma derrota). A marca anterior era de 47.

Líder de assistências

De Arrascaeta distribuiu 14 assistências. Peça fundamental na conquista do título, o uruguaio conseguiu um feito individual e expressivo que colocou o CRF em outro patamar. Nunca antes um time havia sido campeão tendo artilheiro e líder em assistências na mesma edição.

Jorge Jesus: o primeiro treinador estrangeiro campeão na era dos pontos corridos

O português mais amado do mundo foi o único técnico gringo que pisou no país e conseguiu conquistar o Brasileirão desde a mudança de formato. Nada mais justo que essa marca ser quebrada pelo Mister!

Tabus quebrados no decorrer da competição

Alguns tabus foram dissipados pelo melhor time do país.  O Flamengo estava há 44 anos sem vencer o Athletico em Curitiba em edições do Brasileirão. Venceu por 2 a 0, na 25ª rodada, com dois gols de Bruno Henrique. Estava há 15 anos sem vencer o Grêmio no Sul. Venceu por 1 a 0, na 33ª rodada, com gol de Gabigol, e conseguiu a primeira vitória na Arena. Nunca havia vencido o Palmeiras no Allianz Parque. Venceu por 3 a 1, na 36ª rodada, gols de Gabigol (2) e De Arrascaeta.

Campeão Brasileiro e da Libertadores no mesmo ano

Poupar? Que nada! Com força máxima nas duas competições e jogando com a mesma intensidade, o Flamengo chegou no topo da América ao vencer o River Plate de forma épica, e no dia seguinte, enquanto comemorava o título da Conmebol Libertadores, se sagrou campeão Brasileiro. A única vez que um time venceu os dois torneios foi em 1963. Mais um tabu quebrado!

Leia Também: Velocidade na troca de passes e Jogo de Posição: O Raio-X de Domènec Torrent, provável novo técnico do Flamengo

 

 

 

 

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação