Diego de volta: Após 3 meses meia volta a atuar com a camisa rubro-negra

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

No dia 24 de Julho, no jogo de ida pelas oitavas de final da Libertadores, contra o Emelec, Diego sofreu uma lesão no tornozelo esquerdo. Na época, o clube já tinha Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho no Departamento Médico. Parecia que o Flamengo caminhava para um caminho de muita má sorte. Ainda que o meia estivesse sendo contestado pela torcida, nunca deixou de correr pelo clube. No entanto, a produtividade estava sendo baixa.

 

Diego
O momento da lesão de Diego, contra o Emelec. / Foto: Alexandre Vidal

A princípio, como afirmou o doutor Márcio Tannure um dia após a cirurgia de Diego, a lesão do meia era muito complexa por se tratar de uma fratura no tornozelo com lesão ligamentar e que o tempo mínimo de recuperação seria de 4 a 5 meses.

O jogador veio realizando tratamentos intensivos em casa por um mês e meio e, já no dia 3 de Setembro, o meia já retornava aos treinos. Ainda assim, a possibilidade de recuperação imediata do meia era pouco provável. Já se falava em retorno aos gramados apenas em 2020.

Porém, com a excelência do DM rubro-negro e a disciplina de Diego, esse tempo encurtou. No início desse mês, Diego começara a correr pelo gramado e viu-se a possibilidade de acelerar o processo de recuperação. A evolução de Diego se tornava cada vez maior.

A volta de Diego 

Na primeira semana de Outubro, o meia já treinava com bola e seu retorno aos gramados já era uma realidade. No último Domingo, Diego, enfim, voltou a ser relacionado. Na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense o meia ficou no banco de reservas.

Aos 40 minutos do segundo tempo, na goleada histórica por 5 a 0 sobre o Grêmio, pela semifinal da Libertadores, Diego voltou aos gramados. No lugar de Gérson, o meia voltou a ocupar seu lugar no meio-campo rubro-negro e sua braçadeira de capitão, entregue por Éverton Ribeiro. O camisa 10 quase marcou um gol em chute forte após boa jogada de Vitinho.

Diego está disponível para enriquecer ainda mais o elenco qualificado do Flamengo que agora vai em busca do Hepta brasileiro e do Bi da Libertadores.

 

Está Gostando do Conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leitura Recomendada

Bem vindo a História do Redação